Acessibilidade

Seinfra inicia recuperação de trechos críticos da AM-070

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), iniciará na próxima quarta-feira (12/02) os serviços de recuperação dos trechos da rodovia AM-070, que liga Manaus aos municípios de Iranduba, Manacapuru e Novo Airão.

Os serviços serão realizados para garantir a trafegabilidade da via e a segurança dos motoristas que dela se utilizam diariamente. Essa ação já estava prevista no planejamento anual da Secretaria de Estado de Infraestrutura, por determinação do governador Wilson Lima, tendo sido tratado por ele, inclusive, quando de sua visita a Novo Airão.

A Seinfra realizou um processo licitatório para esse fim junto ao Centro de Serviços Compartilhados (CSC), antiga CGL-AM, e os trabalhos serão iniciados já na próxima semana, priorizando os trechos mais críticos da AM-070, com ações de tapa-buracos e remendos profundos.

O secretário de Infraestrutura, Carlos Henrique Lima, determinou a realização de um levantamento dos trechos mais críticos para que estes recebam prioridade quando da realização dos trabalhos. A empresa vencedora do processo licitatório está mobilizando homens, máquinas e equipamentos para iniciar os trabalhos na semana que vem.

“Nós entendemos perfeitamente a preocupação dos moradores das margens desta rodovia, que está sendo duplicada, mas precisamos seguir os ritos legais para iniciar as obras. Esse rito tem início com a elaboração do projeto básico, licitação, homologação e assinatura do contrato com a empresa vencedora para só então iniciarmos os trabalhos”, explicou Carlos Henrique Lima.

Além dos trechos críticos da AM-070, também serão beneficiados no pacote licitado a Estrada de Novo Airão, AM-352; a Estrada da Bela Vista, AM-453; e a Estrada do Caldeirão, AM-452. As três rodovias passarão a receber serviços de conservação e manutenção previstos no contrato.

Duplicação – O Governo do Estado cumpriu, apesar da chegada antecipada do período chuvoso, 40% da meta de duplicação dos 20 quilômetros previstos para serem entregues em 2019.

Está prevista para dezembro de 2020 a entrega da obra, que deve garantir o desenvolvimento e a redução de problemas socioeconômicos das regiões interligadas com a capital amazonense. A rodovia possui 78,14 quilômetros de extensão e já foram executados 34 quilômetros, nos últimos seis anos. O Governo do Estado está trabalhando para concluir os 43 quilômetros restantes até 2020.

FOTOS: Divulgação/Seinfra

Mais informações: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana (Seinfra): Alessandro Bandeira (99119-5792), Eduardo Silva (98130-3990) e Midiã Viana (99289-7724).


Reportar Erro